Localização: Página inicial >  Português > Notícias

Indústria de exibição de Guangzhou se recupera da COVID-19

2020-08-14 Fonte: portuguese.xinhuanet.com

Compartilhar: 

A cidade de Guangzhou, no sul da China, registrou uma recuperação completa da indústria de exibição, após a epidemia de COVID-19 no primeiro semestre deste ano.

Números divulgados pelo departamento municipal de comércio na quarta-feira mostraram que do início de julho até 11 de agosto, a área de exibição de Pazhou da cidade sediou 36 exposições, com uma área total de 900 mil metros quadrados. Os eventos atraíram cerca de 700 mil expositores e visitantes.

As exibições cobriram as áreas de decoração de construção, equipamento biomédico, automação industrial, automóveis e proteção ambiental até turismo cultural e lazer e entretenimento, fornecendo plataformas de aquisição, intercâmbio e cooperação para a economia real.

O retomada da indústria de exibição impulsionou a indústria hoteleira e o consumo geral da cidade, de acordo com o departamento.

Guangzhou teve 690 exibições em 2019, com uma área total de 10,24 milhões de metros quadrados, ambos no segundo lugar do ranking entre as cidades chinesas.

No entanto, a indústria de exibição da cidade parou no final de janeiro devido ao surto da epidemia de COVID-19. Um total de 112 exibições originalmente planejadas entre fevereiro e junho tiveram que ser adiadas ou canceladas.

Em junho, a 127ª Feira Cantão, a maior feira de exportação da China e realizada em Guangzhou, se tornou virtual pela primeira vez em décadas de história.

Uma exposição de produtos para o controle epidêmico realizada em Guangzhou em meados de junho tornou-se o primeiro sinal para a retomada da indústria de exibição. Mais de 600 empresas participaram do evento internacional de dois dias com uma superfície de exibição de 36 mil metros quadrados, atraindo 18 mil compradores.